Por que é tão importante para um pai ser chamado de pai?

donalds-387237_960_720

Todo novo pai se orgulha de ouvir o filho lhe chamar. A primeira vez é realmente inesquecível!

Contamos para amigos, parentes e toda a vizinhança para depois, secretamente e muito constrangido descobrir que “papa” significava comida.

Confesso que fui muito insistente em meu treinamento para fazê-la falar papai, mas a ingrata elegeu o nome de uma rede multinacional de fast-food como a sua primeira palavra.

Bastava ver ao longe o enorme M na rua em direção à minha casa que ela apontava o dedinho e falava: “Dond! Dond! Dond!” O marketing era muito mais persuasivo que meus pobres paternos argumentos.

Algum tempo depois a levei ao famoso Dond na vã esperança dela associar seu pai a algo pelo qual ela nutria uma profunda admiração, mesmo sem nunca ter comido um único hamburger feliz. Mas teve pouco efeito prático.

Descobri desconsolado que ela só chamava “papai” quando precisava com uma urgência aflita de algo que lhe fazia falta. Fazia todo sentido. Um sorvete, um colo, um brinquedo, uma fralda suja, e água, muita água. As súplicas pelo pai durante a madrugada eram de uma precisão suíça. Eu já dormia sabendo que seria despertado pelo nome que eu tantas vezes ensinei. E lá ia eu, qual um zumbi sonâmbulo buscar a água e aguardar pacientemente que ela terminasse de beber.

– Pai! Quero mais!

15922242814_553b94da2f_b

Poderia lhe dizer, com uma ponta de ressentimento, que ligasse para o 0800 do seu fast-food querido e pedisse para trazer, mas como pai não guarda mágoa de filho acabava indo buscar mais água para ela.

Quando crescem, a palavra pai acaba quase sempre precedendo um pedido. E passam a utilizar como palavra mágica para pedir, não mais água, mas necessidades igualmente imediatas, como o dinheiro para o cinema, um tênis novo ou um lanche no tal “Dond”.

Eles sabem que ao nos chamar de pai desencadeiam prováveis reações químicas em nosso organismo que acabam por reavivar sentimentos antigos, de proteção paternal, amparo e consolo. Impossível ignorar ou ficar indiferente a este chamado. Se é manha, se é birra ou se é um sincero pedido de atenção, imediatamente a prioridade é transferida, e automaticamente assumimos nossa identidade paternal e nos inserimos na responsabilidade atribuída.

Mas tinha que ser na hora do Jornal Nacional?!

jornal-nacional

Leia também:

O Dia em que uma Borboleta Ensinou meu Filho a Andar de Bicicleta

Quando a Amizade entre Pai e Filho se Sustenta por um Fio

Anúncios

Um comentário sobre “Por que é tão importante para um pai ser chamado de pai?

  1. Pingback: Os 11 Estágios e Formatos de um Cordão Umbilical | Mamão Papai

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s