A Magia da Inocência que Brota da Fantasia do Natal

img_20161217_150713250Um mundo encantado havia sido construído no centro do Shopping e dele brotava uma magia inconfundível que me fez parar para observar. Pousei cuidadosamente as compras no chão e passei a captar o que se passava naquela decoração de Natal repleta de crianças iluminadas.

Era de fato um mundo à parte. Alheio ao grande tumulto a sua volta, com pessoas estressadas esbarrando suas sacolas e seus ombros em uma fúria consumista e alienada à fantasia do Natal.

Crianças surgiam e desapareciam nas janelas com seus olhinhos brilhantes se misturando às milhares de lâmpadas coloridas, enquanto os pais regressavam a um tempo esquecido.

No meio de tudo, sobre um trono, estava ele: o símbolo máximo da inocência. Enquanto umas crianças faziam fila para eternizar o momento, outras olhavam desconfiadas e mantinham uma distância segura da figura enigmática, capaz de realizar desejos para atender a todos os pedidos durante o sono e inexplicavelmente ainda tinha uma enorme paciência e coragem de expor uma inocência que luta para não desaparecer.

Lamentei por um instante não ter uma boa desculpa para segurar as mãos adolescentes e me envolver na fantasia. Que pena que minha infância não pode esperar a sofisticação do encantamento…

Na televisão a repórter experiente, percebendo a emoção transbordante da avó diante do esplendor de uma decoração natalina faz a pergunta óbvia:

– O que essa decoração lhe faz lembrar?

A senhora, pensou por um instante, uma mão estendida para a magia e a outra pousada no coração, com o olhar distante, respondeu:

– Aaah minha filha… Lembra o meu tempo, a minha mocidade, a minha infância…

E retornou a mirar as luzes embaçadas com as saudades distantes.

A magia da inocência vive silenciosamente em cada um de nós à espera de emoções que nos despertem do sono no exato momento em que os presentes são deitados aos pés da árvore de toda nossa vida. Dentro deles não há mais brinquedos, mas guardam o mais puro amor infantil, capaz de espalhar a pureza no ar que respiramos e que suportará a nossa vida quando o Natal já tiver terminado.

girl-1740116_960_720

Leia também:

Os 11 Estágios e Formatos de um Cordão Umbilical

Os Sinais das Descobertas dos Limites Infantis

Conheça nossa página no Facebook!

Deixe aqui seu comentário sobre o Post ou caso queira receber notificações

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s